Direção do SINDIFES cancela Caravana para Porta Alegre devido ao alto investimento e tempo de viagem

A Direção do SINDIFES informa que por motivos técnicos cancelou a Caravana em Defesa da Democracia para Porto Alegre, no dia 24 de janeiro. A decisão foi tomada após a avaliação do desgaste que a viagem provocaria - em torno de 32h e não 22h como foi anunciado - e das estimativas do investimento necessário, cerca de R$ 40 mil.

Com a estimativa de tempo informada pelas empresas de ônibus, a saída da caravana seria no dia 21 de janeiro e o retorno no dia 24 a noite, chegando em Belo Horizonte no dia 26. Ao todo, seriam seis dias.

Outro fato que pesou foi o investimento necessário, sendo que a prioridade para o primeiro semestre são as mobilizações contra a Reforma da Previdência, já marcada para votação no dia 19 de fevereiro, e a defesa dos ataques que o governo tem feito aos Servidores Públicos.

Há ainda, no primeiro semestre, a necessidade de viabilizar a participação da Categoria no CONFASUBRA, que definirá o plano de lutas para os próximos 3 anos e a renovação da diretoria da Fasubra, e as mobilizações para a Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE), que está sendo organizada pelos movimentos sindicais e sociais após o esvaziamento da Conferência Nacional de Educação (CONAE) pelo governo golpista.

O cancelamento da caravana será pautado na próxima assembleia, pré-agendada para o dia 17 de janeiro, às 9h, em local a ser informado assim que confirmado a reserva de auditório. Outras informações, na sede do Sindicato ou pelo telefone (31) 3441-0868.