Evento “Foi Golpe!” discute as consequências do Golpe Parlamentar de 2016 para a sociedade e universidades públicas

Buscando aprofundar a discussão e a compreensão do que foi o Golpe Parlamentar de 2016, seus desdobramentos e consequências para a sociedade o SINDIFES realiza nos dias 4 e 5 de julho, o Seminário: 'Foi Golpe!”, no auditório do CAD2, no campus Pampulha da UFMG. O evento é aberto a todos os interessados e não é necessário fazer inscrição.

Idealizado pelos professores pelos professor Vera Menezes, da FALE-UFMG, e pelo professor Luiz Carlos Villalta, da FAFICH-UFMG, o seminário tem como objetivo discutir os efeitos do golpe na Educação, Ciência e Tecnologia, na Linguagem, História, Política, Direitos e na Saúde possibilitando uma reflexão de que não foi apenas a troca de quem ocupa a Presidência, mas a tomada do governo e a imposição de um projeto que não passou pelas urnas e não contempla os interesses da sociedade.

Programação

Local: Auditório do CAD2 da UFMG - Campus Pampulha
Dia 4 de julho - quarta-feira

9h - Abertura
9h30 - Efeitos do Golpe na Universidade – Palestra da Deputada Maria Margarida Martins Salomão (UFJF)
11h - Mesa: Os Efeitos do Golpe na Educação, Ciência e Tecnologia – Paulo Sérgio Lacerda Beirão (ICB-UFMG/Fapemig), Rogata Soares Del Gaudio (Coltec-UFMG) e Luciano Mendes (FAE-UFMG)
14h – Mesa: Os Efeitos do Golpe na Linguagem – Sírio Possenti (Unicamp), e Vera Menezes (FALE-UFMG) e Ronaldo Gomes Júnior (FALE-UFMG)

Dia 5 de julho - quinta-feira

9h30 – Mesa: O Golpe de 2016: História, Política e Direitos. Luiz Carlos Villalta (FAFICH-UFMG), Rodrigo Patto Sá Motta (FAFICH-UFMG) e Bruno Pinheiro Wanderley Reis (FAFICH-UFMG)
14h - Mesa: Os Efeitos do Golpe na Saúde - Maria Stella Brandão Goulart (FAFICH-UFMG), Alzira de Oliveira Jorge (Fac. de Medicina da UFMG) e Rosângela Carrusca Alvim (Fac. de Medicina da UFMG)
16h - Aula Show Debate com Miriam Hermeto de Sá Mota (FAFICH-UFMG)