SINDIFES orienta TAE do HC-UFMG a não participarem das eleições para a direção do hospital

Os Técnico-Administrativos em Educação do Hospital das Clínicas da UFMG, em Assembleia Geral realizada na terça-feira, dia 3 de julho, deliberaram que o SINDIFES deve orientar à Categoria a NÃO PARTICIPAR do processo eleitoral para a Diretoria/Superintendência do HC a se realizar nestas quarta e quinta-feira, dias 4 e 5 de julho.

A decisão unânime da Categoria de não participar no processo eleitoral é uma resposta firme à atual gestão do HC e aos candidatos que se apresentaram, que consideramos ser apenas o continuísmo de uma direção que tem feito “vista grossa” aos graves problemas e conflitos no hospital, não tomando quaisquer atitudes no sentido de humanizar também as relações de trabalho no âmbito da instituição.

Ainda que seja chapa única, os candidatos deveriam ter tido atitude, saído da sua zona de conforto e se apresentado aos trabalhadores/as, como historicamente ocorre em eleições no Hospital, em que os interessados percorrem os setores para se apresentar à Categoria, principalmente do horário noturno, período em que estão alocados grande parte dos servidores RJU. Foi apenas mais uma demonstração de descaso com os servidores do HC e este é um dos motivos da eleição para a nova SUPERINTENDÊNCIA DA EBSERH ser ignorada por grande parte dos trabalhadores e trabalhadoras do Hospital. Demonstra também a apatia e o desinteresse numa gestão que promete tão somente “mais do mesmo”, e que não tem qualquer pretensão de colocar o hospital em perspectiva, para avançar no diálogo e na resolução dos problemas que vêm se avolumando.

Ainda, é importante destacar que não nos interessa ser apenas coadjuvantes neste processo, a fim de legitimar uma chapa que não ajudamos a construir e que, portanto, não nos representa. Historicamente, sempre participamos ativamente da história do Hospital das Clínicas, contribuindo, com nossa experiência institucional para uma instituição mais humanizada para todos.

Pelo resgate da participação efetiva, envolvimento, respeito, construção coletiva e compromisso institucional convocamos os trabalhadores do RJU do Hospital das Clínicas a protestarem firmemente e NÃO VOTAREM para a “nova” gestão do HC.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!